Avançar para o conteúdo principal

Carta aberta de Mário Gonçalves a todos os emigrantes Portugueses!

Olá emigrante,

Hoje decidi escrever-te. Não sei se sabes mas os ares por cá, no teu País que te viu sair do mesmo, carregado de lágrimas e em busca de um futuro melhor, continua na mesma.

Não há forma de contornar a situação. Só se fala de futebol, apresentadores de televisão, presidentes que continuam a ignorar a olhos vistos os verdadeiros problemas do seu País, corruptos ilibados, ordenado mínimo miserável, impostos a subir cada vez mais, idosos a passar fome e sem dinheiro para medicação, casais a morar dentro dos carros, vítimas de incêndio sem as suas casas após nós, os portugueses, termos doado milhares de euros para a reconstrução das mesmas e este, dinheiro, ter desaparecido...

Enfim, uma panóplia de situações lamentáveis que o meu País atravessa, o nosso País meu querido(a) emigrante.

Sabes?

Eu sei que a vida para ti também não está nada fácil por esses lados. Longe da família. Dos amigos. A trabalhar horas e horas a fio para teres uma melhor qualidade de vida. A adaptação a um País que não é teu, muitas das vezes descriminado, não só aí, mas também por cá, onde muita gente pensa que estás a viver uma vida de sonho, quando na verdade não sabem as lágrimas que deitas todas as noites, agarrado ao telemóvel a falar com os teus familiares, ou a ver fotos do passado quando ainda eras novo e sonhavas fazer uma vida no teu País. A saudade emigrante. A saudade misturada com revolta por ninguém te compreender.

Mas olha, não fiques triste. Por um lado sei que não é fácil, mas por outro, embora os nossos governantes digam o contrário, há muito mais gente a querer fazer o mesmo que tu. Eu sou um deles. Não há futuro no nosso País. O dinheiro não cai do céu. Fartamo-nos de trabalhar e não há recompensas. Não há trabalho. Os nossos governantes teimam em fechar os olhos. Nós, como sempre, continuamos a votar e a eleger sempre os mesmos. Somos um povo masoquista.

Deixa-te estar aí. Só mesmo em último recurso é que venhas. A vida aqui não está fácil. A bem ou mal, estás melhor que muitos de nós. Ou então vem, vem e muda isto meu querido(a) emigrante. Nós estamos cansados. Nós já não somos o povo lusitano que éramos faz anos. Já não somos um povo com história. Somos um povo ridicularizado pelo País que te acolheu. Merecemos isso. Deixámos que isso acontecesse.

Hoje somos apenas um povo cansado. Com lágrimas de dor. Muitos porque te têm a ti longe, que és família. Outros porque estão cansados da vida que levam no seu País e estão a chegar ao limite.

Aqui? Aqui já não há mais nada. Há sim um bando de salafrários que se juntaram para nos sugar até ao tutano. E nós, vamos deixando. Até já não restar nada.

Um abraço apertado emigrante,

Do vosso amigo que não se esquece de vocês,

Mário Gonçalves



Mensagens populares deste blogue

Tatiana - O pedido de ajuda que corta o coração!

Meu Nome é Tatiana M, tenho 24 anos e gostaria que alguém me ajudasse. Eu Fui Vítima dos Fogos dia 15 de Outubro de 2017 em Vieira de Leiria, no Distrito de Leiria no Concelho da Marinha Grande.
Vendi um Apartamento em Paris e empreguei todo o meu dinheiro numa casa em Portugal. Tenho 2 Filhas, uma com 3 Anos e outra com 14 meses, estava Grávida de 8 meses quando a tragédia aconteceu. Estou farta de recorrer com cartas AR para o 1º Ministro, Câmara Municipal da Marinha Grande, Presidente da República, CCDRC, Tribunais da Marinha e de Leiria e nem resposta tive. Estou a viver numa casa destruída pelo incêndio com 2 Bebés, Sem Água, nem Corrente Eléctrica.
Também Já fiz um pedido à Comunicação Social aqui em Portugal!! Mas mesmo assim ninguém fez nada. Por Favor, ninguém poder fazer alguma coisa, seja por via da comunicação social ou outra? Para mostrar ao Mundo o país Corrupto da Europa, onde tem mais queixas no Tribunal Europeu. Eu tenho corrido céu e terra para…

Mamadou Ba quer extinguir a PSP e a GNR!

Mamadou Ba pretende extinguir a PSP e a GNR!

É uma afronta aos Portugueses e a todas as forças de segurança pública este tipo de comentários vindo de uma “pessoa” que devia remeter-se ao silêncio e agradecer todos os dias por morar num País que lhe permite dar uma vida de luxo, onde ganha um ordenado milionário à conta dos nossos impostos.

Este energúmeno anda a pisar terrenos baldios. Mas até ao dia. Até ao dia que venha alguém e o coloque no seu lugar.

O BE, não se pronuncia sobre este “menino” porquê? Tem medo de alguma coisa?

Vergonha de políticos. Vergonha de gente.

Uma ripa nas costas é que lhes fazia falta ou então um gato morto pelas trombas, até o gato voltar a miar!

Vamos continuar a sustentar estes parasitas até quando?

Mário Gonçalves


Prisão imediata para todo o Executivo da Câmara de Pedrógão Grande!

Os donativos de milhares de portugueses para as vítimas da tragédia de Pedrógão Grande, estão empilhados e escondidos em armazéns da Câmara de Pedrógão Grande.  Em causa estão centenas de frigoríficos, máquinas de lavar e micro-ondas, novinhos em folha, alguns ainda embalados. Há ainda colchões com os plásticos de origem e mobílias inteiras, que nunca chegaram às vítimas. A verdade é que ninguém faz nada. Quem devia fazer algo, simplesmente tenta ignorar a questão do problema. Os nossos governantes parece que defendem esta malta e eu pergunto:

Quem defende as vítimas?
Já faz bastante tempo que eu venho a comentar a situação de Pedrógão Grande, tento alertar quem de direito e o que fazem? Simplesmente nada. É uma falta de respeito para com os Portugueses, mas acima de tudo para com as vítimas deste flagelo enorme. Como Português sinto-me ofendido Sr. Presidente e Ministros do Governo de Portugal. Exijo PRISÃO IMEDIATA para todo o executivo da Câmara de Pedrógão Grande, para todos aqueles qu…