Avançar para o conteúdo principal

"Abril ofereceu a liberdade, mas esqueceu-se de criar cidadãos!" O que pensa do 25 de Abril?

O título deste artigo, pertence ao General Ramalho Eanes... E tão bem que ele acertou!

Podia deixar-vos uma mensagem sobre este dia, mas nada melhor que a própria filha de Salgueiro Maia, que decidiu hoje escrever uma carta aberta ao seu Pai, que na minha opinião, está tudo dito!

Leiam na íntegra:

Querido Pai!
Hoje, mais uma vez, te escrevo por aqui! 25 de Abril de 2019!
Já passaram 45 anos, acreditas? E nestes 45 anos tanta coisa mudou! Mas eu acho que ainda há tanto a mudar!
Sabes, as pessoas têm se queixado muito. Fazem greves, manifestações... mas às vezes tenho vontade de as questionar se lutam no dia a dia para as coisas melhorarem! 
O País não está bem! Temos políticos que só olham para o próprio umbigo, mas que apregoam que o que fazem e fizeram foi pelo bem do povo!
Temos uma justiça que pune o mais fraco mas liberta o mais forte! Que "condena" uma mulher que é vitima de violencia doméstica, por exemplo!
Temos entidades patronais que se acham acima da lei e tratam os trabalhadores como escravos!
Temos pessoas numa lista de espera interminável para serem operadas!
Mas isto não é de agora, Pai! Já vem de alguns anos! Precisamos de recuperar! Precisamos de lutar pelo nosso país!
Oh, Papi, que falta que fazes cá! O Homem que sonhou e lutou pelo sonho! O Homem que nunca se auto proclamou herói! O Homem com H maiúsculo... alias com H gigante!!!
Um dia voltaremos a erguer-nos! Voltaremos a sorrir e a gritar Vitória!
Mas nem tudo é mau! Temos liberdade! Temos educação! Temos um Serviço Nacional de Saúde, apesar de eu achar que precisa de ser "actualizado"! E temos, acima de tudo, Vida!!!
Obrigada por este dia! O primeiro dia do resto das nossas vidas!
Com amor,
Catarina Mau-Feitio (Salgueiro Maia)


Mensagens populares deste blogue

Tatiana - O pedido de ajuda que corta o coração!

Meu Nome é Tatiana M, tenho 24 anos e gostaria que alguém me ajudasse. Eu Fui Vítima dos Fogos dia 15 de Outubro de 2017 em Vieira de Leiria, no Distrito de Leiria no Concelho da Marinha Grande.
Vendi um Apartamento em Paris e empreguei todo o meu dinheiro numa casa em Portugal. Tenho 2 Filhas, uma com 3 Anos e outra com 14 meses, estava Grávida de 8 meses quando a tragédia aconteceu. Estou farta de recorrer com cartas AR para o 1º Ministro, Câmara Municipal da Marinha Grande, Presidente da República, CCDRC, Tribunais da Marinha e de Leiria e nem resposta tive. Estou a viver numa casa destruída pelo incêndio com 2 Bebés, Sem Água, nem Corrente Eléctrica.
Também Já fiz um pedido à Comunicação Social aqui em Portugal!! Mas mesmo assim ninguém fez nada. Por Favor, ninguém poder fazer alguma coisa, seja por via da comunicação social ou outra? Para mostrar ao Mundo o país Corrupto da Europa, onde tem mais queixas no Tribunal Europeu. Eu tenho corrido céu e terra para…

Mamadou Ba quer extinguir a PSP e a GNR!

Mamadou Ba pretende extinguir a PSP e a GNR!

É uma afronta aos Portugueses e a todas as forças de segurança pública este tipo de comentários vindo de uma “pessoa” que devia remeter-se ao silêncio e agradecer todos os dias por morar num País que lhe permite dar uma vida de luxo, onde ganha um ordenado milionário à conta dos nossos impostos.

Este energúmeno anda a pisar terrenos baldios. Mas até ao dia. Até ao dia que venha alguém e o coloque no seu lugar.

O BE, não se pronuncia sobre este “menino” porquê? Tem medo de alguma coisa?

Vergonha de políticos. Vergonha de gente.

Uma ripa nas costas é que lhes fazia falta ou então um gato morto pelas trombas, até o gato voltar a miar!

Vamos continuar a sustentar estes parasitas até quando?

Mário Gonçalves


Prisão imediata para todo o Executivo da Câmara de Pedrógão Grande!

Os donativos de milhares de portugueses para as vítimas da tragédia de Pedrógão Grande, estão empilhados e escondidos em armazéns da Câmara de Pedrógão Grande.  Em causa estão centenas de frigoríficos, máquinas de lavar e micro-ondas, novinhos em folha, alguns ainda embalados. Há ainda colchões com os plásticos de origem e mobílias inteiras, que nunca chegaram às vítimas. A verdade é que ninguém faz nada. Quem devia fazer algo, simplesmente tenta ignorar a questão do problema. Os nossos governantes parece que defendem esta malta e eu pergunto:

Quem defende as vítimas?
Já faz bastante tempo que eu venho a comentar a situação de Pedrógão Grande, tento alertar quem de direito e o que fazem? Simplesmente nada. É uma falta de respeito para com os Portugueses, mas acima de tudo para com as vítimas deste flagelo enorme. Como Português sinto-me ofendido Sr. Presidente e Ministros do Governo de Portugal. Exijo PRISÃO IMEDIATA para todo o executivo da Câmara de Pedrógão Grande, para todos aqueles qu…